Em apenas 7 dias mais de 700 imigrantes Africanos morreram afogados no mar Mediterrâneo tentando entrar na Itália

Segundo informações da porta-voz do Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (ACNUR), Pelo menos 700 imigrantes e refugiados morreram nos últimos sete dias na tentativa de atravessar o mar Mediterrâneo em barcos de condição não muito confiável saindo do norte da África para a Itália.

Estes imigrantes são pessoas comuns que fogem de seus países pela falta de oportunidade, violência e as crises que sempre ocorrem. Eles vêm a Europa como fonte de esperança para a vida, por isso ariscam-se a todo custo a ir numa viagem que para muitos é sem volta, alguns porque conseguem lá chegar e não planeiam voltar, mas outros porque têm os seus planos impedidos pelo naufrágio que tira as suas vidas.

imigrantes

A informação sobre os 700 mortos é baseada no testemunho de sobreviventes e corresponde a três naufrágios registados na quarta-feira, quinta-feira e sexta-feira ao longo do Mediterrâneo,

A porta-voz do ACNUR para o Sul da Europa, Carlotta Sami disse que 550 pessoas que estavam a bordo de um barco que virou na quinta-feira são contadas como desaparecidas pois os seus corpos ainda não foram resgatados. Aproximadamente 100 outras pessoas podem ainda estar presas no porão de um navio que afundou na quarta-feira e um número desconhecido de pessoas estão desaparecidas após um naufrágio que aconteceu na sexta-feira.

Imigrantes ainda desaparecidos

Alguns sobreviventes afirmaram que há mais pessoas desaparecidas de outros barcos com imigrantes e refugiados.

“Se somarmos esses números terríveis, estima-se que há pelo menos 700 vítimas, embora não temos certeza quanto aos números e identidades das vítimas”, disse a porta-voz do ACNUR.

Desde segunda-feira passada foram resgatados no Mediterrâneo com a ajuda da guarda costeira italiana cerca de 13.000 pessoas vivas e 50 corpos sem vida foram recuperados das águas. Segundo a Organização Internacional para as Migrações (OIM), pouco menos de 1.700 refugiados conseguiram chegar à costa italiana.

Mesmo com estes relatos todos os dias há imigrantes tentando cruzar o mar e chegar a Europa em busca de uma vida melhor.

Fonte: LaNacion

Deixe ficar a sua opinião, até onde iria em busca de uma vida melhor? vale a pena o sacrifício?

Comente aqui pelo Facebook

Tags:

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Inline
Inline