Agente da PRM detido indiciado por roubo de combustível em Sofala

Um agente da Polícia da República de Moçambique (PRM), afecto ao comando da corporação em Sofala, foi detido,  indiciado de roubo de mais de 1400 litros de combustível numa empresa onde o mesmo estava de serviço. Está igualmente detido, relacionado com o caso, um outro indivíduo tido como comparsa do agente da polícia, que na sua posse foi encontrado uma farda policial.

O combustível foi roubado no interior de uma empresa que se dedica à construção de infra-estruturas na Beira, na madrugada da passada quarta-feira. De acordo com as investigações policiais, os supostos autores do roubo usaram uma mangueira, para a partir da parte exterior do murro encherem os recipientes. Um dos detidos confessou o crime e garante que o roubo foi facilitado pelo agente que no dia do roubo estava de serviço.

Para enganar os guardas privados do local, o  suposto ‘polícia-ladrão’, emprestou uma farda ao seu comparsa, para facilitar os movimentos dentro da empresa. O agente da polícia indiciado  nega o seu envolvimento no crime e alega que estava a dormir.

A polícia em Sofala distanciou-se das acções do seu membro e acrescentou que um processo criminal já esta em curso contra o mesmo.

Dos cerca de 1400 litros de diesel roubado, já foram recuperados 830 litros. A polícia diz que investigações decorrem com vista a localizar o resto do produto, que fora transportado no dia do roubo para uma residência no bairro da Manga.

Comente aqui pelo Facebook

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Inline
Inline