Mais da metade das famílias sul africanas não tem Água Canalizada em Casa

Água Canalizada

Cidade do Cabo – apesar de que 89,4% das famílias da África do Sul têm acesso à água canalizada, menos da metade tem acesso a água no conforto de suas próprias casas.

De acordo com o Levantamento Geral de Domicílios de 2015, que foi divulgado pelo estatístico Pali Lehohla na quinta-feira, cerca de 45,8% dos sul-africanos tinham acesso a água canalizada nas suas habitações. Enquanto que outros 27% poderiam ter acesso a água em outros locais e 14% contavam com torneiras comunitárias, enquanto que 2,7% tiveram que usar a torneira de um vizinho.

água canalizada

O acesso à água tem sido melhorado pelo governo sul africano para alcançar todas as famílias com a água desde 2002, mas 4,4% das famílias Sul-Africano ainda buscavam a água de córregos, rios, piscinas de água estagnada e nascentes. Isto é abaixo de 9,5% dos domicílios em 2002.

Embora o acesso à água canalizada melhorou significativamente, existe um grande número de famílias em todo o país que não está satisfeito com a qualidade ou o fornecimento de água.

Menos de dois terços (62%) das famílias disse que os serviços de água foram “bom” em 2015 – um pouco mais que os 60,1% registados em 2012, mas significativamente menor do que a taxa de aprovação de 76,4% em 2005.

Mas mesmo assim este assunto ainda preocupa o governo local, pois um país daquela estatura económica não pode continuar tendo problemas assim. e ainda segundo o relatório, a qualidade da água potável da África do Sul caiu 8% entre 2013 e 2014, enquanto o número de municípios que receberam Gotas azuis (sistemas que fornecem excelente qualidade da água) em mais de metade dos 98% em 2012 para 44% em 2014 .

Esforços continuam sendo aplicados para que este problema seja ultrapassado e que o país continue se concentrando em assuntos maiores que tem haver com o desenvolvimento social e a própria eliminação de muitos males que assolam a população pobre neste país.

Fonte: News24

Comente aqui pelo Facebook

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Inline
Inline