Combo de Cirurgia plástica leva Brasileiras à morte na Venezuela – Corpo volta sem órgãos

Nos últimos tempos muitos são os casos de complicações em cirurgias plásticas de brasileiras que foram para Venezuela em busca de melhorar a sua beleza.

Mais recentemente duas brasileiras foram possivelmente vítimas de tráficos de órgãos. Segundo reportou o Bom dia Brasil, os familiares de uma das vitimas só descobriram que os órgãos tinham sido removidos quando o corpo de Adelaide da Silva de 52 anos, sem vida chegou no Brasil, este estava sem o coração, pulmões, rins e intestino.

Dioneide Leite morreu na Venezuela (Foto: Arquivo Pessoal)
Dioneide Leite morreu na Venezuela (Foto: Arquivo Pessoal)

Outro caso, de acordo com o G1, uma brasileira de 36 anos morreu na madrugada de terça-feira (13/09) após complicações de um procedimento estético realizado na cidade de Puerto Ordaz, na Venezuela. Dioneide dos Santos Leite residia em Parintins, interior do Amazonas. A família da vítima acredita que a morte tenha sido ocasionada por erro médico.

A polícia está fazendo investigações com vista a encontrar e responsabilizar os que incentivaram a ida das mulheres até a Venezula, a prioridade é descobrir os responsáveis pelas cirurgias e e quem está por trás das clínicas clandestinas, há suspeita de que as mulheres tenham sido vítimas de tráfico de órgãos.

Fonte: G1/Portal do Holanda

Comente aqui pelo Facebook

One Comment

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.