Devido a Superlotação das celas Presos ficam detidos em Viaturas da polícia

Devido a superlotação das celas do sistema prisional, alguns presos foram obrigados a ‘aguardar’ trancados dentro de carros no Rio Grande do SUl. Na madrugada deste domingo (6), um homem detido na tarde de sábado (5) aguardava em um veículo da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em frente a uma delegacia de Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre.

O homem foi preso após fugir da abordagem da Polícia Rodoviária Federal na BR-448, a Rodovia do Parque, em Esteio. O motorista apresentava sinais de embriaguez e se recusou a fazer o teste do bafômetro. Além disso, o homem estava sem carteira de habilitação, com o licenciamento do carro vencido e tinha um mandado de prisão expedido no Paraná.

A prisão ocorreu por volta das 18h de sábado e, às 3h de domingo, os policiais seguiam custodiando o homem em frente à delegacia. Ele estava preso na única viatura destinada a fazer o patrulhamento na região de Porto Alegre neste domingo.

Outro homem também precisou esperar uma vaga dentro da viatura da Brigada Militar no mesmo local. A carceragem da Delegacia de Pronto Atendimento de Canoas, com capacidade para 21 presos estava lotada. Por segurança, para um alguém entrar, uma pessoa precisa sair. Os presos deveriam ficar, no máximo, 24 horas nas delegacias. Porém, esse prazo determinado por lei acaba não é cumprido em função dos presídios lotados.

Fonte: G1

Comente aqui pelo Facebook

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Inline
Inline