Facebook será uma rede social de pessoas mortas até 2098

Já parou para pensar quantas contas foram criadas no facebook desde o lançamento da rede social em 2004 até os dias de hoje e quantos donos dessas contas já devem estar mortos? Continue lendo este artigo.

Estima-se que a cada dia milhões de pessoas criam suas contas no facebook para se tornar usuários da maior rede de comunicação social do mundo. Actualmente a rede têm mais de 1,3 bilhão de usuários activos (pessoas que usam a rede pelo menos duas vezes ao mês). Mas o ponto deste artigo não é este.

Veja só, se muitos entram na rede diariamente, com certeza muitos também saem da rede todos os dias e outros saem não só da rede social facebook, mas sim perdem a vida e o que acontece é que as suas contas do facebook permanecem disponíveis.

Então segundo um estudo feito por Hachem Sadikki, da Universidade de Massachussetts, nos Estados Unidos, até 2098 se você estiver vivo e ainda usando o facebook o que vai acontecer é que você vai se deparar com quase 1 bilhão ou mais contas de facebook de pessoas que já perderam a vida, ou seja, contas inactivas.

Hoje, a rede social de Zuckerberg possui um recurso que transforma os perfis de pessoas que já morreram em um “memorial”. Dessa maneira, amigos podem continuar enviando mensagens e postando imagens após o falecimento do usuário.

Hachem Sadikki realçou ainda que o crescimento da rede social Facebook vai se estagnar em um ponto, tornando com que o número de mortos na rede ultrapasse o número de usuários activos ou pessoas vivas. Contudo, vale notar que os dados foram completamente baseados nas informações dos Estados Unidos da América — contas desactivadas também não foram levadas em consideração.

Deixe ficar a sua opinião, o que você acha das contas de pessoas que já morreram continuarem activas?

É bom, ruim ou não faz diferença? deixe ficar a sua opinião.

Comente aqui pelo Facebook

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Inline
Inline