Galiza Matos Jr Insiste no Desarmamento da Renamo como Condição para Paz em Moçambique

O deputado da bancada parlamentar da Frelimo Edmundo Galiza Matos Júnior deixou ficar a sua opinião nesta terça feita aquando do debate público que teve como tema:

“O Custo da Paz e a Democracia em Moçambique”

Galiza Matos Jr. afirmou com palavras firmes que a condição para a cessação do conflito em Moçambique é o desarmamento da Renamo e o diálogo.

Galiza Matos Júnior recorreu a Constituição da República para defender as suas palavras, mostrando que não é permitido a um partido político a posse de material bélico ou qualquer tipo de armamento para quaisquer fins.

Também neste debate interveio Sande Carmona, membro da MDM, que salientou que a Renamo não é o único responsável por este conflito armado. e disse que a Frelimo tem uma falta de vontade para que se resolva as diferenças políticas com o Líder da oposição e que se chegue a um acordo.

Com a sua intervenção, o Membro da Comissão mista Galiza Matos Júnior ainda falou que a Renamo deve usar de luta política para que consiga alcançar os seus objectivos de maneira democrática.

O painel deste debate esteve composto por Galiza Matos Júnior, Sande Carmona e Egídio Vaz, a deputada da Renamo Ivone Soares não se fez presente. E estiveram também abertas as audições para  plateia que deixou ficar questões que marcam a actualidade do país.

Fonte: O País

Comente aqui pelo Facebook

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Inline
Inline