Homem branco executado por matar negro

O estado norte-americano da Florida (leste) executou na noite de ontem, o primeiro homem branco pelo homicídio de um homem negro.

O óbito foi pronunciado às 18:22 locais (00:22 em Maputo) na prisão estadual de Starke. Mark James Asay matou Robert Lee Booker, um prostituto negro, em 1987.

Asay foi executado com um ‘cocktail’ de três drogas, cuja administração foi antecedida da inoculação do anestésico etomidato.

Mark James Asay Saiu com o irmão e com um amigo para procurar prostitutas e o irmão parou o carro para falar com Lee Booker. O supremacista branco disparou contra o estômago do homem, causando a incredulidade do irmão. “É preciso ensinar aos negros quem manda”, disse.

Mais tarde, nessa mesma noite, matou McDowell, conhecido travesti, com seis tiros. Trata-se da primeira execução de um homem branco por questões raciais nos 190 anos de execuções do estado da Florida, conta o Washington Post, a primeira execução foi em 1827, quando um soldado foi enforcado por homicídio.

Resultado de imagem para Mark James Asay

Por outro lado, contando só desde a reinstauração da pena de morte, em 1976, foram executados pelo estado 18 negros por matar brancos.

Comente aqui pelo Facebook

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Inline
Inline