LAM cancela compra de 3 Aviões e pede dinheiro de volta à BOEING por dificuldades financeiras

A empresa Linhas Aéreas de Moçambique, LAM, a transportadora nacional, suspendeu a aquisição de novas aeronaves da marca Boeing.

As três aeronaves, de marca Boeing, deviam reforçar a frota para abrir novos destinos.

O Presidente do Conselho de Administração das LAM, António Pinto de Abreu, disse que a compra dos três aviões foi suspensa devido ao mau momento financeiro que a empresa atravessa.

A empresa LAM já solicitou o reembolso do dinheiro gasto para a aquisição dos três boeings.

“Já foi feito o contacto com a Boeing e ela teve a cordialidade de mandar os seus agentes a Moçambique, discutimos com eles e foram flexíveis em entender a situação que o Estado está a enfrentar e esse avião que devia ser tomado pela LAM já teve outro destino. Vamos agora avaliar os encargos da intermediação que a companhia americana teve e ver o que pode ser reembolsado dos desembolsos que já havíamos feito”, explicou a fonte.

António Pinto de Abreu indicou que, sendo a maior empresa de transporte aéreo nacional, era de esperar que com a situação político-militar houvesse opção pelo transporte aéreo, facto que não está a ocorrer devido à crise económica e financeira que reduz a actividade económica no país.

Comente aqui pelo Facebook

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.