Ministério da Saúde de Moçambique vai Examinar no Laboratório o refresco FROZY

Após recentemente ter sido tomado conhecimento que o governo malauíano baniu o refresco Frozy que era importado de Moçambique por alegadamente ser nocivo à saúde pública, o Ministério da Saúde Nacional quer fazer testes laboratoriais afim de se certificar se realmente Frozy é prejudicial.

Segundo Nivalda Bomba, do Laboratório Nacional de Águas e Alimentos (LNHAA), sempre que há rumores sobre a qualidade de um produto alimentar a primeira medida é examinar os conteúdos, uma tarefa que não depende exclusivamente do MISAU.

Apesar de haver uma informação supostamente baseada em testes feitos no Malawi, entretanto refutados pela entidade produtora dos refrigerantes em causa, que alega possuir provas anteriores de qualidade, Nivalda Bomba avançou que tal não pode constituir matéria suficiente para aprovar ou banir o produto.

Por enquanto os refrescos Frozy irão aguardar os testes para posteriormente se decidir o seu futuro.

Comente aqui pelo Facebook

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.