Morre aos 100 anos o homem que ‘Construiu’ a FIFA – Joao Havelange Ex-Presidente da FIFA

João Havelange, que morreu em 100, foi o homem que fez FIFA uma potência global, apenas renunciou a presidência quando uma nuvem de corrupção começou a escurecer a reputação do organismo do futebol mundial.

Sua morte foi confirmada esta terça-feira pelo Hospital Samaritano no Rio de Janeiro. Ele havia sido diagnosticado com pneumonia e tratado, em Julho deste ano.

Havelange serviu como chefe da FIFA há 24 anos e mais de 50 anos no Comitê Olímpico Internacional (COI), Havelange pensava e agia grande, tornando-se uma figura central na evolução dos grandes eventos desportivos mundiais de hoje.

Entre suas últimas conquistas, João Havelange usou sua influência para ajudar o Rio de Janeiro a ganhar a sua candidatura para sediar os Jogos Olímpicos deste ano – o primeiro na história a ser realizado na América do Sul.

Em 2013, Havelange renunciou ao cargo de presidente honorário da FIFA após a confirmação de relatos de que ele tinha aceitado subornos.

Os críticos dizem que a corrupção era legado tanto de Havelange quanto a internacionalização bem sucedida do futebol. Seu sucessor Joseph Blatter iria viria anunciar a renúncia em junho de 2015, depois que uma sonda de corrupção massiva que levou à prisão sete altos funcionários da FIFA.

Os atletas competem a corrida dos Jogos do Rio em um estádio que – apesar das reclamações de alguns sectores – ainda carrega o nome: Estádio Olímpico João Havelange.

Comente aqui pelo Facebook

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Inline
Inline