Mulher condenada a 20 anos por matar marido infiel que a contaminou com HIV

Uma mulher em Kwazulu Natal, África do Sul, está a cumprir uma pena de 20 anos de prisão por ter assassinado seu próprio marido que alegadamente a contaminou com o vírus do HIV.

Para matar o marido, ela usou uma arma de foto e disparou a queima-roupa, tendo este perdido a vida de imediato.

Mãe de dois filhos, um de 25 e outro de 6, ela casou-se com o então marido em 2004, e até então ele era o marido perfeito, até ela ser diagnosticada com HIV-SIDA.

“Eu estava grávida quando eu descobri que eu era HIV positivo. Eu tinha ido para o ginecologista e meu marido estava trabalhando no momento. Você sabe quando seu marido está longe de você, muitas coisas acontecem”, disse a mulher que descobriu que seu marido tinha sido infiel.

Após descobrir isso, a mulher ainda viveu junto de seu marido por um tempo, mas ela diz não ter suportado ver que ele não tinha mudado seu comportamento e nem estava arrependido pelo que havia feito com sua família.

“Eu atirei-lhe com uma bala e ele morreu instantaneamente”, disse ela.

“Eu não estou com raiva de mim mesmo pelo que eu fiz. Ninguém mais poderia tirá-lo de mim, mesmo que ele estava tendo casos com outras mulheres. Ele nunca pediu desculpas por me contaminar com HIV/AIDS “.

O que você faria no lugar dela? Comente abaixo

E leia também Mulher afirma estar Grávida há 17 meses e ainda não deu a Luz desde Fevereiro de 2015

Comente aqui pelo Facebook

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Inline
Inline