Presidente da Africa do Sul demite dez Ministros do seu governo no mesmo dia

O Presidente sul-africano, Jacob Zuma, demitiu, na noite de quinta-feira, 10 ministros, entre os quais o respeitado responsável pelas Finanças, Pravin Gordhan, mergulhando o ANC numa crise noticia a Lusa.

Após vários dias de rumores e tensão, o chefe de Estado anunciou a grande remodelação do Governo, marcada pela nomeação de 10 ministros e outros tantos vice-ministros, a maioria considerados seus fiéis.

A situação de Gordhan, que se opunha há meses a Zuma acerca da boa gestão dos fundos públicos, divide o ANC.

“Dei a conhecer a minha opinião, uma série de colegas e camaradas não estão satisfeitos com esta situação, particularmente a demissão do ministro das Finanças que serviu o país com honra e excelência”, declarou o vice-presidente, Cyril Ramaphosa, adiantando considerar inaceitável a demissão de Gordhan.

O secretário-geral do ANC disse que “pela primeira vez, os responsáveis (do partido) não conseguiram chegar a um acordo ou aceitar as mudanças”.

“O Presidente veio com uma lista. Disse ‘vocês podem comentar se quiserem, mas é a minha decisão'”, contou Gwede Mantashe, adiantando que o procedimento o deixou “nervoso e desconfortável”.

Os novos ministros deverão tomar posse ainda hoje, embora a Aliança Democrática, na oposição, já tenha dito que iria apresentar um pedido urgente ao Supremo Tribunal do Cabo Ocidental para suspender a cerimónia.

Os mercados financeiros reagiram imediatamente à saída de Gordhan e o rand sul-africano perdeu até 2,6% em relação ao dólar hoje de manhã.

Comente aqui pelo Facebook

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Inline
Inline