Reclusas acusadas de abusar sexualmente de três reclusos em Angola

A denúncia foi feita ao Novo Jornal (imprensa local) por via de contactos telefónicos de dois reclusos da cadeia de Viana que se identificaram como “Gabriel” e “tio Chico” que afirmavam que os três companheiros, com idades compreendidas entre os 24 e 43 anos foram surpreendidos pelas mulheres quando faziam a manutenção das fossas na cadeia feminina.

Contactado, o porta-voz dos Serviços penitenciários Menezes Cassoma, negou a informação avançada pelos reclusos, mas confirmou que há três semanas, quatro reclusos que estão integrados numa equipa de manutenção do estabelecimento prisional masculino foram ao local prestar serviço.

O caso ficou por ser investigado para apurar se os abusos sexuais teriam mesmo acontecidos ou não.

Comente aqui pelo Facebook

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Inline
Inline